A BELEZA E AS LIÇÕES DO IPÊ AMARELO

FLORESCER: cobrir(-se) de flores; dar ou fazer brotar flores; enflorar. Tornar-se próspero; desenvolver-se.  FLOR É SER | É SER FLOR! 

21147041_10159150241095621_1230455030_o.jpg

Quando passamos a olhar para dentro de nós, começamos a enxergar belezas e respostas onde nunca imaginamos sequer a ver perguntas.
O Ipê Amarelo e sua lição. Vem me ensinando a beleza da ”transformação”. Como é bom se enxergar assim: em AÇÃO. Transformar-se é fruto da persistência, de quem busca novas metas e novas realizações.
Posso realizar-me como folha, mas a realização da flor é a exuberante. A flor do meu Ipê é deslumbrante, pois curta é sua existência. Ela é o avanço da folha! É a razão de ser da árvore, e o colorido dos jardins. Aquele que traz alegria e esperança em dias mais leves e felizes.

21169126_10159150241030621_623078559_o
Minha vida tem seu momento de folha: preenche o galho seco do Ipê, dá-lhe abrigo ao frio e ao calor. Cai para a possibilidade da flor. Eu posso preencher vazios existenciais dentro de mim, alimentar por um tempo a solidão da minha alma e… sair sorrateiramente para que a inteireza da beleza resplandeça. Vazios preenchidos, solidão acompanhada. Outro rito tem seu inicio: o rito do encanto da cor da flor, do cheiro e da alegria! Um rito não anula outro. Complementa-o. Dá-lhe significado. O rito do Ipê em flor é pura oração. É conversa comigo mesma. É silêncio que grita.
Adoro os ritos. Especialmente a mudança deles e sua complementaridade! Ritos organizam e enfeitam a vida! Contam experiências vividas de relacionamentos, de amor, de encontros e saudades. De esperança e sonhos.
Minha vida quer ser liturgia a cada instante alimentada pela espiritualidade de meu Ipê. Seqüência de ritos: árvore, galhos entrelaçados, folhas, flores. Puro sentimento, sinais e gestos.

21169091_10159150240965621_61114044_o.jpg

Ser feliz é abraçar o incerto e fazer dar certo. É estar longe mas se sentir perto, abrir a mente e deixar o coração aberto. É procurar um grão de areia e encontrar um deserto. A felicidade é florescer.
O desabrochar é essa folha em branco, com infinitas possibilidades e convence a cada dia que antes mesmo de ver é preciso entender a força que há dentro do crer, do ser, do FLORESCER!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s